Pegar a estrada é coisa séria. Por isso, antes de curtir o período de férias com a família, é preciso checar as condições gerais do carro para evitar transtornos pelo caminho.

Isso não significa apenas encostar o automóvel no mecânico e pedir para ele dar “aquela olhadinha”. Para garantir que a revisão de férias seja bem feita, vale tomar alguns cuidados.

Entenda o que é essencial em uma revisão. Confira:

1. Escolha um lugar de confiança

A escolha adequada dos profissionais que vão lidar com o carro é primordial. É preciso saber se o local escolhido tem tecnologia adequada para fazer o diagnóstico do veículo. Ferramentas especiais, que fazem a leitura dos computadores do carro, nem sempre estão disponíveis em oficinas não especializadas.

Fique atento para não ser enganado. É preciso ter certeza de que o serviço será realizado por profissionais qualificados e bem treinados e que serão utilizadas somente peças originais na substituição.

2. Agende com antecedência

O ideal é não deixar a revisão de férias para a última hora. Assim, se houver necessidade de realizar algum serviço mais demorado, você terá tempo para isso.

3. Peça um orçamento antes de começar o trabalho

Revisões com preço fixo são uma grande ajuda na hora de programar os gastos. De toda forma, para evitar surpresas, peça para aprovar o orçamento antes da realização do serviço.

4. Transparência do trabalho

A transparência da oficina na hora de entregar o carro também é importante. Você tem a certeza de que tudo o que está na ordem de serviço foi realizado.

5. Observe as condições de rodas e pneus

Checar o estado dos pneus e a necessidade de alinhamento ou balanceamento das rodas é muito importante na revisão de férias, pois o carro vai, provavelmente, rodar de uma forma diferente da rotina.

Verificar previamente o estado desses itens e a necessidade de substituição, com uma simples análise visual. Analise se há bolhas nos pneus ou desgaste irregular na banda de rodagem, por exemplo.

Lembre-se de incluir o estepe nessa checagem. Também é indispensável ajustar a calibragem, considerando que a pressão deve estar adequada à quantidade de passageiros e bagagem que o carro vai carregar.

6. Inclua freios e amortecedores na lista

É essencial também se certificar de que disco, pastilhas e fluido dos freios estão em bom estado e não precisam de substituição. Um problema no fluído, por exemplo, pode aumentar o tempo de frenagem e colocar em risco a segurança da família toda na estrada.

Os amortecedores também precisam ser verificados nessa revisão. É preciso saber se existe algum vazamento que poderia impactar a estabilidade do veículo.

7. Solicite um check-up geral

A concessionária também tem que garantir a segurança do veículo – mesmo que o dono do carro não tenha percebido algum problema. A cada revisão, a concessionária verifica, por exemplo, se há algum recall pendente, sempre com foco em segurança.

Além desses pontos essenciais, , é importante lembrar de verificar o estado de outros itens, como iluminação dianteira e traseira, óleos e filtros, itens de manutenção, como velas e cabos de velas, sistema elétrico e motor.

Seguindo essas dicas, fica garantida a segurança e a tranquilidade na hora de viajar de carro.