Ao chegar com o carro no posto de combustível, você deve tomar dois cuidados muito simples, mas importantes, ao abastecer. O primeiro é observar onde o frentista deixa a tampa do tanque após tirar ela do carro. O segundo é na hora de completar o tanque.

Muitas vezes, o frentista tira a tampa do tanque e coloca em cima da bomba, em cima da prateleira ou de outro local que está, em geral, cheia de poeira e sujeirinhas.

Toda vez que coloca a tampa desse jeito, ela vai grudando a poeirinha, a sujeirinha, depois ela volta para o lugar dela, vem a gasolina, o etanol e lambe. E vai levando essa sujeirinha lá para baixo. Não deixe ninguém fazer isso!

Na hora de abastecer o carro, a tampa do tanque de combustível deve ser colocada de cabeça para baixo ou presa em um local próprio para o componente, que já está presente a maioria dos carros.

Nunca encha o tanque até a boca

Se for encher o tanque, não é para levar até a boca para evitar que o combustível atinja o cânister – que evita que o vapor do combustível vá para a atmosfera. Por isso, a própria bomba do posto tem o “desarme automático”. Além disso, há o risco de o combustível escorrer e estragar a pintura do seu carro.